Condenado hoje no Tribunal de Leiria

O Tribunal de Leiria condenou hoje um homem, de 70 anos, a sete anos e meio de prisão, pelo crime de abuso sexual da própria neta, no primeiro trimestre de 2009.


O presidente do colectivo de juízes, Duarte Nunes, deu como provadas todas as acusações que constavam no despacho do Ministério Público e a condenação teve em conta a idade do arguido e o facto de não ter antecedentes criminais. Durante a leitura do acórdão, o juiz referiu que ficou provado que o avô iniciou os abusos sobre a neta, com nove anos à data dos factos, em Março de 2009. Além dos abusos reiterados, o arguido via filmes pornográficos com a criança, que ficava algumas vezes sozinha em casa com o avô, quando os pais estavam a trabalhar. A situação foi descoberta quando um dia a mãe “entrou em casa e encontrou a filha na cama com o avô, cobertos por uma manta”. Duarte Nunes referiu também que desde que os abusos se iniciaram – duraram cerca de dois meses – a menina “começou a ter pesadelos, teve alterações no sono e passou a ser uma criança triste, ansiosa, refugiando-se em casa”.

Vermoil - Pombal | 2017-05-28 | 09:00 - 18:00
Vermoil - Pombal | 2017-05-28 | 14:00 - 18:00
Auditório da Biblioteca Municipal de Pombal | 2017-05-28 | 15:00 - 00:00
Teatro-Cine De Pombal | 2017-05-28 | 15:00 - 17:00
CCRD Foitos | 2017-05-28 | 09:00 - 14:00
97FM - Pombal Vértice Luminoso