Pombal – No Agrupamento de Escolas da cidade

‘Plano de Contingência’ foi actualizado de acordo com a DGS


Pombal 97 fm / Ensino – O Agrupamento de Escolas de Pombal (AEP) procedeu à actualização do seu ‘Plano de Contingência’ para a Covid-19, com base nas recentes orientações da Direcção-Geral da Saúde (DGS).
O novo ano escolar recorde-se, abre na semana que se inicia esta segunda-feira, com actividades lectivas, não lectivas e formativas presenciais para todas as crianças e alunos seguindo, ainda, “as orientações emanadas no ‘Referencial’ para as escolas e no Despacho 8553-A/2020”.
Assim, “atendendo à incerteza quanto à evolução da pandemia da Covid-19, pretende-se programar, atempadamente, o próximo ano lectivo, dando prioridade à prevenção da doença e à minimização do risco de transmissão, garantindo condições de segurança e higiene nos estabelecimentos do Agrupamento de Escolas de Pombal, através da adopção de um conjunto de medidas preventivas, que permitam a deteção precoce de eventuais casos suspeitos, rápida e adequada gestão dos mesmos, em articulação, sempre, com a autoridade de saúde local”, refere o actualizado ‘Plano de Contingência’.
O documento informa que, no âmbito da “Fundamentação Científica”, “os sinais e sintomas da Covid-19 variam em gravidade, podendo haver pessoas infectadas sem sintomas (assintomáticas), pessoas com sintomas ligeiros a moderados, como dor de garganta, cansaço e dores musculares ou casos mais graves, como pneumonia grave, síndrome respiratória grave, falência multiorgânica e eventual morte”.
“A actuação célere e coordenada entre os diferentes agentes da comunidade educativa será essencial para o controlo da transmissão em contexto escolar”, adianta o documento, sublinhando que a ‘Equipa Operativa Central (EOC) / Ponto Focal do Plano de Contingência’ tem, como função, “articular a comunicação no Agrupamento com a Autoridade de Saúde Local / Unidade de Saúde Pública Local, coordenar e comandar as ‘Equipas Operativas’ (EO)”.
À EOC compete “implementar e coordenar o plano de contingência, articulando com a coordenação da equipa de Educação para a Saúde”, providenciando a promoção de comportamentos preventivos, a divulgação de informação sobre a doença, as medidas preventivas e a importância da mobilização da comunidade escolar para a sua prática”.
Relativamente à Escola Básica Marquês de Pombal, o seu coordenador deverá assegurar que “a informação chega à EOC tomando, de imediato, as ‘acções tipo’ definidas para a gestão de caso suspeito e cooperando em todas as diligências que se considerarem importantes e decisões a tomar, da forma mais ágil e expedita”. Na Escola Secundária de Pombal, ao seu director, à sua sub-directora e aos adjuntos, competem as mesmas indicações.
No âmbito da organização de espaços, estes “devem ser organizados tendo, como princípio, o menor número de pessoas no menor tempo na escola e a necessidade de promover o distanciamento físico”.
O ‘Plano de Contingência’ estabelece, ainda, que “cada adulto que acompanha os alunos deve usar máscara, que a lavagem e desinfecção das mãos das crianças do pré-escolar deverão ser feitas sob a vigilância de um adulto para assegurar a correcta higienização, antes de se deslocar para o refeitório e após o consumo da refeição e que os talheres e os guardanapos serão fornecidos dentro de embalagens, não devendo haver partilha de talheres e alimentos entre as crianças”.
Na Escola Básica Marquês de Pombal e na Escola Secundária de Pombal, “a localização dos alunos nas salas de aula obedece ao número de pauta (salvo situação justificada em contrário) e implica, por parte do conselho de turma, a elaboração de uma planta da turma / sala, obrigatória para todas as disciplinas, após definição em conselho de turma, só passível de ser alterada por motivos justificados, por consenso desse conselho”.
O documento indica, também, que “a colocação de uma pessoa com sinais e sintomas sugestivos de Covid-19, numa área de isolamento, visa impedir que outros possam ser expostos e infectados”.
Na área da ‘Higienização, limpeza e desinfecção dos espaços e equipamentos’ é referido que os assistentes operacionais e profissionais de limpeza “estão sensibilizados para o cumprimento das regras de utilização de ‘Equipamentos de Proteção Individual’ (EPI), lavagem correcta das mãos, limpeza e desinfecção dos espaços e superfícies”.
O ‘Plano de Contingência’ do AEP, agora actualizado, apresenta muitas e importantes instruções. Dada a sua extensão, não é possível a sua total transcrição nesta peça, pelo que se aconselha a sua consulta.

97FM - Pombal Vértice Luminoso