Pombal – Enquanto acusa a oposição de “falta de preparação”

Concelhia do PSD defende estabilidade da governação autárquica


Pombal 97 fm / Politica – Em comunicado, a Comissão Politica Concelhia de Pombal do PSD dá conta de que “não se revê na proposta que visava a revogação do acto de delegação de competências”, apresentada em reunião da Câmara Municipal.
Segundo adiantam os responsáveis daquela Comissão “ficou, mais uma vez, demonstrada a falta de preparação dos membros da oposição. Depois da frágil e inconsequente moção de censura apresentada pelo Partido Socialista na última Assembleia Municipal, estamos perante mais uma iniciativa que revela que a única vontade da oposição é colocar entraves ao trabalho quotidiano do Município de Pombal, tentando aumentar a burocracia e atrasar os processos de decisão camarária em diversas matérias”.
Mais à frente, o PSD de Pombal diz entender que “para a construção de um futuro melhor é impossível contar com aqueles que têm, como principal objectivo, dificultar a gestão actual, em vez de actuar, de forma construtiva, esclarecida e civicamente responsável”.
Os social-democratas pombalenses frisam que “esta atitude evidencia a falta de preparação dos membros da oposição que, depois de terem aprovado - na reunião de 19 de Junho - uma proposta de revogação de um acto que já estava revogado, apresentam agora um documento com graves lacunas jurídicas que revelam um preocupante desconhecimento da lei e das competências próprias dos órgãos autárquicos”.
Lamentam, entretanto, “este clima de crispação política vivido na Câmara Municipal” e recordam que “os pombalenses pretendem que os seus representantes coloquem a defesa do interesse colectivo acima de quaisquer outros interesses, sendo que estes episódios revelam precisamente o contrário”.
Ainda no mesmo comunicado o PSD de Pombal clarifica que “não deixará de avaliar, em sede própria, o grau de compromisso dos eleitos do PSD na Câmara Municipal, com a estratégia de concentração de esforços na concretização dos compromissos eleitorais assumidos com os pombalenses”.
E, a concluir, a Concelhia pombalense - eleita no passado dia 27 de Junho - diz que tem “o desígnio de promover a estabilidade da situação política em Pombal e o dever de apresentar projectos inovadores que mobilizem a nossa comunidade para um novo ciclo de desenvolvimento económico-social, virado para o futuro e centrado na promoção da melhoria do bem-estar e da qualidade de vida das pessoas”. “É por elas que vamos continuar a assumir uma postura responsável e determinada”, refere, rematando com a indicação de que “os interesses dos pombalenses estarão sempre em primeiro lugar”.

 

97FM - Pombal Vértice Luminoso