Leiria – Visando diminuir o impacto pós-pandemia

São 37 as propostas apresentadas pelo Gabinete Económico e Social


Pombal 97 fm / Economia – Com o objectivo de diminuir os impactos económico e social, provocados pela pandemia do Covid-19, o Gabinete Económico e Social da Região de Leiria (GESRL) acaba de anunciar 37 medidas.
O Gabinete pretende, com elas, ultrapassar os efeitos (económicos e sociais) no período ‘pós-pandemia’ tendo, para isso, contado com a colaboração de uma centena de pessoas oriundas de vários sectores de actividades.
As medidas foram apresentadas na passada segunda-feira e, entre elas, refere-se a utilização de títulos de impacto social, para que os Municípios possam constituir-se investidores sociais e, logo, compensar empresas cumpridoras dos resultados contratualizados. Outra das medidas propostas indica a criação de uma moeda local (digital), que será emitida pela Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria (CIMRL), para incentivar o consumo no comércio de proximidade.
A execução de um programa de distribuição alimentar reforçado, com o apoio solidário das Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) e das autarquias, também faz parte do plano que deseja, igualmente, garantir um destino turístico seguro, para o que é sugerido o mapeamento do património natural e edificado da região (o turismo gastronómico, etnográfico e patrimonial, e a programação cultural, fazem parte desta medida).
Segundo o GESRL, as medidas propostas não têm carácter vinculativo e são destinadas a diferentes entidades coordenadoras, resultando do esforço e da contribuição voluntária das referidas cem pessoas.
O GESRL é constituído pela CIMRL, pela Associação Empresarial da Região de Leiria - Nerlei e pelo Instituto Politécnico de Leiria, e visa “coordenar e partilhar acções de resposta aos efeitos da pandemia, de modo a antecipar decisões que possam manter a actividade empresarial, o emprego e a coesão social da região”.

97FM - Pombal Vértice Luminoso