Pombal – Por causa das obras de requalificação

Empreitada da Rua Dr. Custódio Freire obriga a plano de sinalização temporária


Pombal 97 fm / Sociedade – Os trabalhos de requalificação que estão a ser feitos na Rua Dr. Custódio Freire, em Pombal, deram origem a um plano de sinalização temporária.
A intervenção relacionada com esta empreitada localiza-se, segundo refere a Câmara Municipal, nas ruas Dr. Custódio Freire, da Encosta do Castelo, dos Loureiros, do Mancha Pé e Dr. Luís Torres, e tem uma duração prevista de 210 dias.
Com o objectivo de “definir e assegurar a implementação do Plano de Sinalização Temporária” foi elaborado um documento, segundo o qual “o motivo para o pedido de suspensão e/ou condicionamento da via é porque as frentes de trabalhos da empreitada entram em conflito com o trânsito viário e dos peões, colocando os automobilistas e peões em perigo assim como os próprios trabalhadores”.
Pretende-se, assim, minimizar o transtorno a todos os utilizadores das vias em causa e possibilitar a circulação nas mesmas, em ambos os sentidos, “excepto em casos que não exista espaço suficiente para o realizar”. Visa, ainda, possibilitar “o normal funcionamento da obra sem colocar em risco qualquer veículo que circule nas vias confinantes com o perímetro da obra e evitar acidentes”.
Os trabalhos da empreitada em causa abrangem demolições, movimento de terras, a abertura de valas, a execução das infra-estruturas subterrâneas, o assentamento de lancis e arranjos paisagísticos, entre outros.
De acordo com o documento, prevê-se a implementação da sinalização temporária, nas ruas mencionadas, até 24 de Maio do próximo ano. “A sinalização vertical obedecerá ao estipulado no Regulamento de Sinalização do Trânsito, no que respeita a características, forma, cores, altura livre, dimensões e materiais”.
“Com início dos trabalhos [nr: na passada segunda-feira], assim como durante o seu decurso, serão colocados todos os sinais de trânsito por forma a garantir a segurança de peões e veículos automóveis. A sinalização abrange não apenas o local da obra, mas também aqueles lugares em que se verifique a necessidade, como consequência directa ou indirecta da obra”, refere o documento, sublinhando que “será respeitada a circulação pedonal, deixando uma largura mínima de 1,50 metros em passeios ou travessias, com uma altura livre de 2,20 metros”.

97FM - Pombal Vértice Luminoso