Pombal – Protocolo entre Município e Associação Alzheimer

IPPS’s do concelho vão ter formação visando a melhoria de cuidados


Pombal 97 fm / Saúde – Entre o Município de Pombal e a Delegação Centro da Associação Alzheimer Portugal, sedeada nesta cidade, foi assinado um protocolo, no âmbito do projecto “Pombal Somos ”.
O documento vai permitir que todas as IPPS’s - Instituições Particulares de Solidariedade Social, existentes no concelho, passem a receber acções de formação destinadas a capacitar os cuidadores para uma melhor prestação de cuidados às pessoas alvo de demências.
De acordo com o documento, tal formação vai ser ministrada pela referida Delegação Centro da Alzheimer Portugal, no âmbito do projecto “Pombal Somos ” que é fruto de uma parceria entre as duas entidades.
Durante a cerimónia de assinatura do protocolo, a presidente da direcção da Delegação Centro, Isabel Gonçalves, explicou que o referido projecto “tende a integrar todas as acções que possamos fazer para dar competência a todos os cuidadores formais e informais para lidar com o seu doente”.
Referiu, depois, tratar-se de “um projecto de intervenção comunitária” que vai ser “desenvolvido em rede” e que é constituído por uma componente formativa e outra prática. Porém, para já vai ser desenvolvido o “primeiro eixo”, o qual consiste na realização de workshops e acções formativas “direccionadas aos cuidadores”.
Mais tarde, já numa segunda fase, haverá uma componente prática, direccionada às pessoas com demência, que prevê uma melhoria da competência e da qualidade de vida do doente, através de “métodos complementares”, nomeadamente a terapia ocupacional, a fisioterapia, a psicologia e, ainda, um programa associado.
Aquela responsável refere que o projecto tem a intenção de proporcionar o aumento de qualidade de vida, “não só das pessoas com demências, mas também de todos os que as rodeiam” e adianta que o “Pombal Somos ” também tem, como objectivos, “a manutenção das competências da pessoa em todos os domínios e o reforço da informação existente para os cuidadores formais e informais”, por forma a ajudá-los na prestação dos melhores cuidados “com menor esforço e desgaste possível”.
A população alvo do projecto são as pessoas institucionalizadas em lares, centros de dia ou apoio domiciliário do concelho, com diagnóstico de doença de Alzheimer ou qualquer outra demência e, também, “os cuidadores formais e informais integrados nas IPSS’s do concelho”.
Já Maria do Céu Mendes, directora do Centro Distrital de Leiria do Instituto da Segurança Social, lembrou o facto da Delegação Centro da Associação Alzheimer Portugal ser a “única instituição do distrito que trabalha com esta problemática das demências”, as quais, sublinhou, têm uma “grande prevalência no nosso País”, razão por que entende ser urgente que se tomem medidas destinadas a uma melhor prestação de cuidados aos idosos. Destacou, igualmente, a qualidade das instituições existentes no concelho de Pombal “pelo serviço que prestam à população” e, também, o “excelente trabalho em rede”, do qual o projecto em causa “é um excelente exemplo”.
Por sua vez, Diogo Mateus considerou que, com este projecto, a Alzheimer Portugal tem condições para responder às dificuldades das famílias e das instituições, possibilitando-lhes “mais conhecimentos e mais ferramentas, que lhes permitam lidar com estas patologias, cuja incidência tem vindo a crescer”. O edil afirmou, entretanto, que o “Pombal Somos ” constitui um exemplo e espera que ele se “replique no concelho” e seja capaz de levar estas “boas práticas a outros concelhos”.

 

97FM - Pombal Vértice Luminoso