Pombal – Comemorações do 42º aniversário

Teatro Amador de Pombal promove evento cultural que “cruza várias artes”


Pombal 97 fm / Cultura – Numa altura em que assinala o seu 42º aniversário, o Teatro Amador de Pombal (TAP) vai promover, no próximo fim-de-semana, a “3ª Praça das Letras”.
Considerado pelo TAP como “um evento cultural multidisciplinar que cruza várias artes” a edição deste ano da “Praça das Letras” começa na sexta-feira e termina no domingo, com todas “estas artes” a terem lugar na Praça Faria da Gama (antiga Praça das Galinhas), junto ao edifício da Junta de Freguesia de Pombal e de acesso livre.
Logo no primeiro dia, a “Praça das Letras” reserva-nos, a partir das 20h45, um ‘sunset’ a cargo dos “L.S.D. Living Statues Djs”, um conceito de performance “altamente inovador que mistura as técnicas de estátua viva com Dj, uma ideia do pai das estátuas vivas em Portugal, António Santos, que já percorreu os maiores festivais do mundo”.
No sábado, e com início às 18h45, decorre uma tertúlia sobre a “Gastronomia Portuguesa” na qual participarão os escritores Guida Cândido e Fortunato da Câmara. “Uma vez que o ano 2018 foi escolhido como o Ano Europeu do Património Cultural, entendemos que seria importante reflectir sobre a importância da gastronomia portuguesa como elemento fundamental do nosso Património Cultural, não esquecendo que a dieta mediterrânica foi classificada, em 2013, como Património Mundial e Imaterial da Humanidade pela UNESCO”, explica o TAP.
Ainda para sábado está agendado, para as 22h30, o espectáculo “Photomaton”, um divertimento para viola portuguesa e mala preparada de Fernando Mota. Como refere o TAP, trata-se de “um solo portátil, uma instalação itinerante, um álbum de peças poéticas insólitas, uma invenção plástico-sonora sem manual de instruções”.
Para o último dia do evento, domingo, uma nova tertúlia está programada para as 18h45. Desta vez, o tema é “Banda Desenhada” e nela vão participar o brasileiro André Diniz e o português Osvaldo Medina.
Quando forem 22h00 de domingo começa a última actividade da “3ª Praça das Letras”. Nessa altura subirá ao palco o espectáculo “A Máquina”, em que as palavras são de António Pedro Ribeiro, a música de Luís Santos e a voz de Maria Jeromito. É um projecto que liga a guitarra eléctrica, à poesia e ao vídeo, “num espectáculo conduzido pela palavra - por vezes forte -, e almofadado pelos sentidos e pelas ambiências criadas pelos sons, por vezes caleidoscópicos. Tudo isto enquanto o fundo do palco se transforma em ‘Metropolis’, de Fritz Lang”.
 

(Texto escrito com a antiga grafia)

 

97FM - Pombal Vértice Luminoso