Pombal – Na última Assembleia Municipal

Concelhia do PS fornece resumo de intervenções socialistas durante a sessão


Pombal 97 fm / Politica – Em nota de imprensa, o Secretariado da Concelhia de Pombal do PS dá conta das intervenções dos deputados socialistas, na última sessão da Assembleia Municipal.
Nesta reunião, “o grupo municipal do Partido Socialista de Pombal levou a cabo várias intervenções, não só solicitando respostas e esclarecimentos ao Sr. Presidente da Câmara e ao seu executivo, mas também apresentando sugestões de melhoria”, lê-se na nota.
Na referida Assembleia Municipal, o deputado Carlos Gameiro Lopes, “alertou o executivo para a problemática da segurança nos espaços públicos, nomeadamente nas associações culturais e recreativas existentes em quase todas as localidades do concelho e que, muitas vezes, não têm asseguradas as condições de segurança exigidas por lei, nomeadamente no que respeita à prevenção de incêndios”.
Por sua vez, a deputada Patrícia Carvalho “chamou a atenção para a necessidade de ser garantida a qualidade de vida aos munícipes, criando condições para a existência de um mercado de trabalho dinâmico, capaz de absorver a mão-de-obra qualificada existente, mas também gerindo o nosso concelho de uma forma sustentável e ecologicamente consciente. Sem uma rede de saneamento a funcionar em pleno e sem uma acção fiscalizadora e responsável no que respeita às contaminações frequentes dos nossos recursos hídricos, não podem existir Eco Freguesias. É, simplesmente, incoerente”. A deputada socialista sugeriu, ainda, “um apoio mais visível da Câmara a eventuais projectos de startups apresentadas por jovens pombalenses”.
Já Manuel Mariana solicitou esclarecimentos relativamente “à pendência de processo judicial em curso, contra a ETAP [nr: Escola Tecnológica, Artística e Profissional de Pombal]” e aproveitou para congratular o Município pelo protocolo recentemente firmado com a Infraestruturas de Portugal, “com vista à requalificação do troço do IC2” sugerindo, no entanto, que se crie “um efeito de continuidade territorial, particularmente, em relação à zona poente de Pombal (Rua do Seixo e contiguas) e à zona sul da cidade (Flandes)”.
Na sessão, os socialistas não votaram o ponto da Ordem de Trabalhos referente à intenção do Município na aquisição de um terreno destinado a expandir o Parque Industrial Manuel da Mota. “O PS apoia a importância da medida/intenção da Câmara” mas “não pode deixar de notar a pouca transparência no processo de aquisição de terrenos” porque “para além das incoerências apontadas pelo PS Pombal como a divergência de área, menção de apenas um artigo matricial quando parece que são dois, polígono definido pela avaliação não coincidente com o da Câmara Municipal…” pelo que rejeitaram a proposta, alegando a “existência de causas que podem determinar a invalidade e a ineficácia do negócio a celebrar”.


(Texto escrito com a antiga grafia)

 

97FM - Pombal Vértice Luminoso