Hoje, pelo Tribunal de Leiria

O Tribunal de Leiria condenou hoje, a 16 anos de prisão, uma mulher pela prática de 36 crimes de burla qualificada, envolvendo venda de casas, e um homem a quatro anos e seis meses de pena suspensa pelo mesmo crime.


Estavam acusadas pelo Ministério Público (MP) oito pessoas pela presumível prática de 126 crimes de burla qualificada, envolvendo a transacção de imóveis, num montante de três milhões de euros. De acordo com o acórdão final, ficou provado que a mulher - Sofia Sousa - cometeu 36 crimes de burla qualificada na forma continuada, um crime de falsificação de documentos e outro de abuso de confiança.

Filarmónica da Guia | 2017-08-28 a 2017-09-02
Escola de Dança e Artes | 2017-09-04 a 2017-09-08
Louriçal | 2017-09-24 | 09:00 - 00:00
97FM - Pombal Vértice Luminoso