País – Na quarta e na quinta-feira no Centro e no Norte do País

Enfermeiros em greve para protestarem contra ausência de propostas da tutela

 

Pombal 97 fm / Saúde – Com o objectivo de protestarem contra a ausência de propostas da tutela, relativamente a questões salariais, os enfermeiros vão estar em greve, na quarta e na quinta-feira, na regiões do Centro e do Norte do País.

Estes profissionais da saúde ameaçam, inclusive, radicalizar a luta, de acordo com o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP), que já confirmou a extensão da greve regional, para aquelas regiões, nestes dois dias, a qual surge depois de outras terem sido promovidas em Lisboa, no Alentejo e no Algarve, na última semana.
 
O SEP alega que, das quatro propostas apresentadas à tutela, apenas uma obteve uma contraproposta por parte do Ministério da Saúde não tendo, contudo, sido ainda concretizada. Em causa, avança o sindicato, “estão a revisão da grelha salarial, o reposicionamento dos actuais enfermeiros nas novas grelhas salariais que forem negociadas, o suplemento remuneratório para enfermeiro especialista e a harmonização salarial dos enfermeiros em Contrato Individual de Trabalho (CIT)”.
 
O SEP explica, segundo a Agência Lusa, que, no dia 27 de Julho, o Ministério da Saúde apresentou uma proposta de harmonização salarial para cerca de 10 mil enfermeiros em CIT, “mas não os reposicionou de imediato e não apresentou contrapropostas em relação às outras três matérias”. Algo que “justifica esta nova greve, apesar de se manter agendada nova reunião de negociações para 0 dia 8 de Setembro”.

(Texto escrito com a antiga grafia)