Pombal – “Ampara” é destinado a idosos

Município pombalense lança programa de auxílio, numa fase inicial, a idosos de três freguesias

 

 

 

Pombal 97 fm / Sociedade – O “Programa de Auxílio Municipal para Adaptação e Requalificação de Habitações – Ampara”, acaba de ser lançado pela Câmara Municipal de Pombal.

 

 

 

O programa é destinado a idosos e abrange, numa fase experimental, as freguesias de Almagreira, Pombal e Santiago de Litém. Segundo referiu o presidente do Município pombalense, nesta fase o projecto-piloto conta com uma verba de 75 mil euros e a duração de três meses, contemplando as três freguesias.

 

 

 

Conforme revelou Diogo Mateus, “o programa assenta numa colaboração entre o Município, as Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) e as Juntas de Freguesia, para garantirmos, através de obras de adaptação nas habitações dos idosos, a melhoria das acessibilidades nas instalações sanitárias e pequenas recuperações funcionais e técnicas”.

 

 

 

Referiu tratar-se de “pequenas atenções domésticas” destinadas a garantir, ao cidadão, “não só um uso mais sereno da sua habitação, mas também uma componente que tem a ver com a redução dos seus encargos”. Neste pormenor, o “Ampara” contemplará casos como o de idosos com mobilidade reduzida ou fracos rendimentos “que precisam de alargar as portas de casa, tirar uma banheira e instalar um polibã, construir uma rampa onde existem escadas, colocar um corrimão para se apoiarem ou substituir o esquentador por razões de segurança”.

 

 

 

O autarca esclarece que “são esse tipo de detalhes que o Município quer ver resolvidos e que podem trazer constrangimentos à vida das pessoas”, e adianta que uma das obrigações que as Juntas de Freguesia e as IPSS terão “passa por um conjunto de verificações e perguntas que farão aos potenciais utentes, como se utilizam ou não o regime da tarifa social energética ou, em caso de utilização das redes públicas de água e saneamento, se têm acesso a redução dos referidos pagamentos”.

 

 

 

A iniciativa surge, também, mas não só, do levantamento, feito pela GNR, dos idosos que vivem sozinhos o que, acrescenta Diogo Mateus, “é um indicador da necessidade de termos que encontrar soluções que os possam auxiliar”.
 

 

Durante o próximo mês de Outubro, o “Ampara” passará a ter um regulamento específico devendo, na altura, conhecer-se a dotação financeira no Orçamento Municipal de 2016, quando o programa é alargado às restantes freguesias.
 
(Texto escrito com a antiga grafia)