Pombal – Proposta defende feriado “verdadeiramente dos pombalenses”

Juventude Social-Democrata pretende que o Feriado Municipal passe para a 2ª feira do  Bodo

 

Pombal 97 fm / Política – Passar para a segunda-feira das Festas do Bodo o Feriado Municipal de Pombal, retirando-o do dia 11 de Novembro, Dia de S. Martinho, padroeiro da cidade, é a intenção da Juventude Social-Democrata (JSD) pombalense.

Na última sessão da Assembleia Municipal de Pombal, a JSD apresentou uma proposta “que visa a alteração do Feriado Municipal de Pombal para a segunda-feira de Bodo, ou seja, a segunda-feira seguinte ao último domingo do mês de Julho”.
 
Os jovens social-democratas pombalenses pretendem, com tal alteração, “instituir um Feriado Municipal com o qual os pombalenses se identifiquem, o que não acontece actualmente”.
 
Justificam que as Festas do Bodo “são, por excelência, a data para festejar Pombal e o ser pombalense, a data que traz a Pombal os pombalenses presentes em todo o País, bem como na diáspora”.
 
Diz a JSD que, assim, haveria “uma alteração com forte impacto cultural, social e económico”, o que permitiria “uma maior vivência por parte dos pombalenses das históricas festividades do concelho aumentando, assim, a actividade económica”.
 
Para além disso, adiantam os jovens social-democrata, “este seria um feriado de todos os pombalenses, enquanto o S. Martinho é um feriado fortemente ligado à cidade”.
 
A JSD de Pombal assume, desta forma, “uma atitude proactiva” com “a coragem de inovar”, sempre na perspectiva de defender “os interesses dos pombalenses, a sua identidade cultural e a promoção do desenvolvimento do concelho, dando voz a uma ambição partilhada por muitos munícipes”.

(Texto escrito com a antiga grafia)