Pombal – Hospital Distrital recebe investimento de 1,8 milhões de euros

Revelação foi avançada pela administração do Centro Hospitalar de Leiria

 

Pombal 97 fm / Saúde – O Hospital Distrital de Pombal (HDP) vai receber investimentos equivalentes a 1,8 milhões de euros.

A revelação foi feita pela administração do Centro Hospital de Leiria (CHL), durante um encontro em Pombal, e o investimento abrange a remodelação do edifício, serviços e aquisição de equipamentos do HDP que, desde 2011, faz parte do CHL.
 
O estabelecimento de saúde pombalense encontra-se a receber obras de beneficiação do interior e exterior do edifício, que resultam de um investimento de 735.700 euros, ficando a saber-se que a remodelação do serviço de Medicina Interna orçou os 150 mil euros. O CHL investiu, também, cerca de 100 mil euros em equipamentos médicos e mais de 100 mil euros em equipamentos não médicos. Até agora, o CHL já investiu 942.250 mil euros no hospital pombalense.
 
Segundo Licínio Carvalho, da administração do CHL, “a aposta estratégica é o serviço de ambulatório”, tendo sido alvo de obras, há dois meses. Este responsável adiantou, ainda, que uma das intervenções levadas a cabo em Pombal “foi ao nível da cobertura e platibandas, que punha em causa a segurança de quem trabalhava e dos utentes”.
 
Licínio Carvalho revelou, depois, que, neste momento, o “CHL não tem um único metro quadrado de fibrocimento no conjunto dos quatro hospitais que o integram, os de Alcobaça, de Leiria, de Pombal e a unidade psiquiátrica dos Andrinos (Leiria)”.
 
Em fase de intervenção e de adjudicação estão, também, outras intervenções no HDP, avaliadas em 895.200 euros. Neste conjunto de intervenções, destaca-se um investimento de 236.700 euros na conservação das fachadas do edifício principal e a remodelação do serviço de urgência, que tem um investimento previsto de 130 mil euros.
 
Segundo foi avançado, o CHL vai, ainda, dedicar uma verba de 245 mil euros para a reabilitação do Serviço de Cirurgia Geral/Unidade de Cuidados Continuados. Há, também, “uma aposta na cirurgia de ambulatório”, uma vez que o HDP “não têm condições para um serviço de cuidados intensivos”. Desde 2011, o HDP conta com as especialidades de ginecologia, de neurologia, de pedopsiquiatria e de gastrenterologia.
 
Já Hélder Roque, presidente do Conselho de Administração do CHL, explicou que “os dois milhões de euros de investimento são fundos do Hospital de Santo André”, dado que o CHL não teve qualquer apoio, enquanto a Câmara Municipal de Pombal “foi a única entidade que se disponibilizou a apoiar a fachada do hospital”.
 
Salientou, entretanto, que o Conselho de Administração a que preside quer, em Pombal, um hospital “mais eficiente, mais humano e mais seguro para os cidadãos”. “Temos de dar respostas às pessoas, para que não precisem de se deslocar a Leiria”, rematou.

(Texto escrito com a antiga grafia)