Curso de ciências forenses dura até domingo

Jovens de 18 países procuram em Coimbra mistérios do «CSI»

 


Pombal 97 fm / Regional – Vinte e seis estudantes oriundos de 18 países, procuram, em Coimbra, conhecer facetas da verdadeira realidade. Encontram-se seduzidos pelas ciências forenses, que aprendem nas séries televisivas de ficção.
Desde o passado dia 26 de Julho, os 26 alunos estão a receber, na Universidade de Coimbra, conhecimentos teóricos e práticos que lhes desvendam meandros de uma actividade, que tanto poderá ser, para alguns, a futura profissão, como fruição de um prazer desperto pelas sagas americanas «CSI». Trata-se, afinal, de um curso que termina no próximo domingo.
O «CSI: Coimbra’s Summer Investigation - Curso Internacional de Verão sobre Ciências Forenses», conta com sessões teóricas e práticas e foi organizado pelo núcleo de Coimbra do Board of European Students of Technology. Foram as vertentes práticas do curso que mais seduziram os estudantes, conforme confessaram após assistir a uma demonstração da Unidade Cinotécnica da PSP de Coimbra, actividade em que alguns dos alunos aceitaram ser participantes activos na demonstração, para melhor perceberem o papel de vítima e de delinquente, o desempenho dos cães a apanhar o ladrão por esticão e a descobrir uma pequena dose de «heroína» numa mochila escolar.
Joana Quaresma, da organização, revelou que, para este curso, foram recebidas 357 candidaturas, entre as quais foram escolhidas 26, de 18 países, entre os quais a Áustria, a Bélgica, a Croácia, a Grécia, a Letónia, a Polónia, a República Checa, a Rússia, a Sérvia e a Turquia.

97FM - Pombal Vértice Luminoso