Diz a Ordem dos Farmacêuticos

A Ordem dos Farmacêuticos (OF) considera a lei da transferência de farmácias «errada e desajustada» dos interesses das populações e defende que a mudança de local destes estabelecimentos necessita de autorização das autarquias, um papel que os municípios não aceitam.


O bastonário da OF, Carlos Maurício Barbosa, realçou que tem acompanhado a transferência de farmácias com muita preocupação.
«Neste momento já são em número significativo as farmácias que se movimentaram e temos plena consciência de que, em alguns casos, houve algum abandono da assistência à populações», afirmou, defendendo que, nesta área, «têm de ser encontradas soluções que defendam a saúde pública e o superior interesse das populações».

 

Louriçal | 2017-09-24 | 09:00 - 00:00
97FM - Pombal Vértice Luminoso