Ciclismo - 18ª Volta a Portugal do Futuro - 2ª etapa

O ciclista António Carvalho (Mortágua/Basi), que tinha vencido o prólogo disputado, na terça-feira, em Anadia, voltou a ter protagonismo na etapa de hoje, disputada entre Águeda e Pombal, na distância de 142 kms, ao ser o primeiro a cortar a meta.


O 'sprinter' da Mortágua/Basi foi o mais rápido na chegada a Pombal, batendo o numeroso grupo de fugitivos, embora o russo Alexander Ryabkin, chefe-de-fila da equipa espanhola da Caja Rural, continue a manter a camisola amarela, sinónimo de liderança na classificação geral individual.

Depois da hegemonia demonstrada na etapa de ontem, conquistada mercê de uma fuga consentida pela inércia das equipas portuguesas, a Caja Rural foi hoje confrontada com a resposta dos ciclistas portugueses. De tal modo que, cerca de 30 quilómetros após a saída de Águeda, as hostilidades foram abertas, começando a formar-se um numeroso grupo de fugitivos que, num instante, passou de oito para 19 ciclistas. O dinamarquês John Ebsen, corredor da Crédito Agrícola/Pombal, foi um dos primeiros a aderir à iniciativa, não mais deixando de andar na frente da tirada.

Nesta acção, há a registar a ‘ousadia’ da Liberty Seguros/SM Feira ao colocar cinco corredores na fuga, entre os quais dois dos líderes, Joni Brandão e Marco Coelho. A Aluvia/Valongo chegou-se à frente com quatro homens e a Maia/Bike Team fez avançar três.

A união de esforços dos fugitivos fez com que a vantagem face ao pelotão chegasse a ter 4m e 49s. Porém, na chegada a Pombal tal vantagem tinha baixado para 2m e 34s. António Carvalho foi o mais rápido entre todos os dezassete fugitivos que chegaram a esta cidade isolados. Apesar de não ser um ‘sprinter’, John Ebsen cortou a meta em 10º lugar.

A classificação na etapa foi a seguinte:

  • 01º António Carvalho (Mortágua/Basi), com 03h, 29m e 01s
  • 02º Marco Coelho (Liberty Seguros/S.M. Feira, com o mt.
  • 10º John Ebsen (Crédito Agrícola/Pombal) com o mt.

Os restantes ciclistas pombalenses obtiveram as seguintes classificações: 

27º Nuno Nuno, 42º Valter Coutinho e 49º Renato Ferreira, os três a 02m e 36s e,a 68ª posição ficou Vítor Lopes, a 21m e 17s.

 

Na classificação geral individual, a ordem é esta:

  • 01º Alexander Ryabkin (Caja Rural), com 07m, 00m e 19s
  • 02º Yelko Gomez (Caja Rural), a 04 s
  • 03º Joni Brandão (Liberty Seguros/S. M. Feira), a 01m e 02s
  • 15º John Ebsen (Crédito Agrícola/Pombal), a 02m e 31s
  • 26º Valter Coutinho (Crédito Agrícola/Pombal), a 03m e 43s
  • 37º Nuno Almeida (Crédito Agrícola/Pombal), a 05m e 21s
  • 42º Renato Ferreira (Crédito Agrícola/Pombal), a 05m e 21s
  • 68º Vítor Lopes (Crédito Agrícola/Pombal), a 32m e 06s

 

Na geral por equipas, a 1ª é a Aluvia/Valongo, com 21h, 07m e 14s, a 2ª é a Caja Rural, com 21h, 07m e 54s e em 8º encontra-se a Crédito Agrícola/Pombal, com 21h, 15m e 32s.

 

 

97FM - Pombal Vértice Luminoso