Quatro novas cavernas de armazenagem de gás natural

A construção de quatro novas cavernas destinadas à armazenagem subterrânea de gás natural, na freguesia do Carriço, concelho de Pombal, vai garantir uma forte capacidade de acréscimo da sustentabilidade energética nacional, segundo o Ministro da Economia, da Inovação e do Desenvolvimento, Vieira da Silva.


De acordo com o ministro “o País passa a ter uma capacidade acrescida de melhor gerir a sua relação com o gás natural, uma matéria-prima extremamente importante do ponto de vista do sistema de energia”. Vieira da Silva presidiu à cerimónia de assinatura, no complexo industrial do Carriço, de um memorando de entendimento entre a Redes Energéticas Nacionais (REN) e a Galp Energia, destinado à construção conjunta de quatro cavernas de armazenagem de gás natural. Este combustível “tem uma potencialidade grande para se combinar com as energias renováveis”, já que “contribui cada vez mais para a produção de electricidade”, disse o governante, frisando que a construção das cavernas representará “um investimento de grande importância, quer do ponto de vista da segurança quer da competitividade” e criará “condições mais favoráveis para o armazenamento de gás em Portugal”. A reserva estratégia nacional de gás natural ronda, actualmente, os 215 milhões de metros cúbicos e, em caso de necessidade, essa reserva sustentaria o sector eléctrico durante 15 dias e a indústria e o consumo doméstico durante 20 dias. A capacidade de armazenamento das quatro novas cavernas a escavar nas jazidas de sal-gema do Carriço, corresponderá a 240 milhões de metros cúbicos.

 

97FM - Pombal Vértice Luminoso