Ciclismo - 18ª Volta a Portugal do Futuro - 1ª etapa

Depois do prólogo realizado ontem, no Velódromo de Sangalhos, ganho pela formação do Mortágua/Basi, a primeira etapa da Volta a Portugal do Futuro foi realizada hoje, ligando Anadia a Águeda, na distância de 133,7 quilómetros.


A equipa espanhola da Caja Rural dominou esta primeira tirada em linha, conseguindo fazer chegar dois homens à frente de todo o pelotão, em Águeda. O vencedor foi o russo Alexander Ryabkin, que passou a envergar a camisola amarela, seguido pelo panamiano Yelko Gomez - ambos cortaram o risco final com 2m e 13s de vantagem sobre Vasco Pereira (ASC/Vitória/RTL), que foi o terceiro. O grupo dos favoritos, já que o pelotão se fraccionou na subida de terceira categoria, em Talhadas, cortou o risco a 3m33s dos dois primeiros. A tirada começou a decidir-se com cerca de metade do percurso deixado para trás. Nessa altura, Diogo Nunes (Palmeiras Resort-Tavira) e Beñat Txoperena (Caja Rural) isolaram-se. Atrás, formou-se um numeroso grupo de perseguidores, que acabaria num quarteto de corredores, todos do Mortágua/Basi. A vantagem dos fugitivos chegou aos cinco minutos e a subida para Talhadas, cujo ponto mais alto dista 17 quilómetros da chegada, permitiu alguma aproximação da frente do pelotão, acabando por desfazer o grupo dianteiro. A primeira etapa em linha da Volta a Portugal do Futuro, ficou caracterizada por um "deixa-andar" das equipas portuguesas, que tentaram empurrar, de umas para as outras, a responsabilidade de controlar a corrida, o que pode ter decidido a prova. O melhor pombalense foi Valter Coutinho, que cortou a meta em 9º lugar, a 3m e 33s. A classificação dos dez primeiros na etapa foi a seguinte:

  • 01º Alexander Ryabkin (Caja Rural), 3h, 28m e 52s
  • 02º Yelko Gomez (Caja Rural), mt
  • 03º Vasco Pereira (ASC/Vitória/RTL), a 2m e 13s
  • 04º Bruno Borges (ASC/Vitória/RTL), a 3m e 33s
  • 05º João M. Pereira (Palmeiras Resort/Tavira), mt
  • 06º Joni Brandão (Liberty Seguros/SM Feira), mt
  • 07º Aser Estevez (CC Spol/Caixanova), mt
  • 08º Joel Lucas (Aluvia/Valongo), mt 09º Valter Coutinho (Crédito Agrícola/Pombal), mt
  • 10º Beñat Txoperena (Caja Rural), mt

O pelotão pedala, amanhã, entre Águeda e Pombal, para cumprir a segunda etapa da prova, numa extensão de 142 quilómetros, sem dificuldades de relevo, prevendo-se que os velocistas possam exercitar as suas capacidades numa chegada ao sprint. A chegada a Pombal está prevista para as 15h00, na Urbanização Senhora de Belém. A Crédito Agricola/Pombal, dirigida por Fernando Mota, está presente na prova com os seguintes cinco ciclistas: Valter Coutinho (dorsal 81), o dinamarquês John Ebsen (82), Nuno Almeida (83), Vitor Lopes (84) e Renato Ferreira (85).

 

Louriçal | 2017-09-24 | 09:00 - 00:00
97FM - Pombal Vértice Luminoso